• O aconchego das salas de TV

    Em especial a Ana Horta


    As TVs de telas finas (muitas vezes finíssimas) deram uma nova cara para a sala do brasileiro.

    A prioridade agora é dar um tom claro para o ambiente, pontuando-o com cores apenas nos objetos. A TV reina absoluta sobre o aparador de madeira,ou lindos papeis de parede,sempre posicionada de forma central.
    Outra opção é usar tons que tornem o espaço sereno e criar um local confortável para assistir a TV.










    Toque suave - Tudo nesta sala é agradável de ver e gostoso de tocar. A arquiteta Eliane Farias Mendonça, de Goiás, priorizou materiais delicados, a começar pelo papel de parede listrado que imita a mesma textura do linho que veste o sofá. Para envolver a TV, Eliane criou um painel de couro branco. Abaixo dele fica o aparador de mármore travertino, que se prolonga até a lareira. Medindo 7 x 5 m, o grande tapete de náilon cobre inteiramente o piso da sala, uma delícia para andar descalço. As mesas de centro brincam com acabamentos contrastantes, uma leva espelho e aço inox escovado e a outra, freijó natural



    Atmosfera vintage - Com a proposta de recriar o glamour e a perícia nos acabamentos dos clássicos casarões das décadas de 1960 e 70, os arquitetos Adriana Mundin e Fernando Galvão, de Goiás, cobriram todas as paredes da sala com MDF em padrão amadeirado. O revestimento lembra os típicos lambris da época e acolhe com suntuosidade o sofá em L de algodão, a mesa de mármore português desenhada pela dupla, além de dois ícones do design: o elefantinho Plywood, de madeira contraplacada, criado em 1945 por Charles e Ray Eames, e a poltrona Slow (2007), de estrutura de alumínio e revestimento de malha, dos irmãos Bouroullec.
















    Sofas e Poltronas





    Fim ...







1 comentários:

  1. Parabéns pelo artigo, compartilho dicas de poltronas para sala:

    http://www.casabelainteriores.com/2013/07/poltrona-para-sala.html

Postar um comentário